Raio-X para 2012: Quem deve ficar e quem deve sair no Grêmio

Posted on novembro 6, 2011 por

4


Não é segredo para ninguém que a diretoria do Grêmio já trabalha visando a montagem da equipe para a próxima temporada. Após a derrota por 2 a 0 para o Atlético-MG neste sábado, só um milagre fará com que o time consiga uma vaga no G-5 de classificados para a Libertadores do ano que vem.

Como praticamente não corre mais riscos de rebaixamento, o Grêmio não tem mais objetivos a cumprir no Brasileirão e volta suas atenções para o planejamento de 2012. O primeiro nome com permanência assegurada é o do diretor executivo Paulo Pelaipe, que não só assinará contrato por mais um ano como também receberá um aumento salarial.

Existe uma certa tendência pela continuidade de Celso Roth no comando técnico da equipe. Mas as negociações só iniciarão após o Gre-Nal da última rodada do Brasileirão. A diretoria também deseja que o preparador físico Paulo Paixão permaneça e já iniciou as conversas pela renovação de seu contrato. Ao lado de Pelaipe, os dois seriam os responsáveis por pensar nas mudanças que serão realizadas no grupo de jogadores para o próximo ano.

Até o momento, o único reforço confirmado para a próxima temporada é o zagueiro Douglas Groli, de 22 anos, que atuava na Chapecoense. Outra negociação em curso, admitida publicamente, é pelo atacante Kleber, afastado pelo técnico Luiz Felipe Scolari no Palmeiras.

Contudo, a fotografia do elenco do Grêmio deve passar por mais mudanças até a estreia no Gauchão 2012, dia 22 de janeiro, contra o Lajeadense no Olímpico. Do inegociável até as prováveis saídas, confira a projeção realizada pelo ZH Esportes do plantel tricolor para 2012:

O inegociável

Douglas será o centro da equipe que o Grêmio formará para a próxima temporada. O camisa 10 vive grande fase no Brasileirão e conta com o interesse de times como Corinthians e Palmeiras. No entanto, o diretor executivo Paulo Pelaipe banca a permanência do meia no Olímpico em 2012:

— O Douglas é inegociável. Não vendemos. O jogador tem contrato até o final de 2012 e vai ficar no Estádio Olímpico. Quem quiser tirar ele daqui vai ter que pagar a multa rescisória, que é de R$ 50 milhões.

Líderes de vestiário

Três jogadores do plantel tricolor devem seguir como alicerces do grupo em 2012. O capitão Fábio Rochemback, o volante-zagueiro Gilberto Silva, e o goleiro Victor.

Rochemback é uma das peças que sustentam o meio-campo do Grêmio e funciona como espécie de representação da voz de Celso Roth em campo. Aos 35 anos, Gilberto Silva foi fixado pelo técnico tricolor na zaga e tem obtido um bom rendimento no setor. Com a conquista da Copa do Mundo de 2002 no currículo, agrega experiência ao time.

Victor, por sua vez, viveu altos e baixos em 2011. O goleiro chegou a ser contestado pelos torcedores, que pediam a titularidade de Marcelo Grohe e reprovavam suas falhas que não lembravam o goleiro que foi escolhido por duas vezes como o melhor do Brasileirão em 2008 e 2009. Contudo, com a chegada de Celso Roth, voltou a ter boas atuações. Mesmo que não tenha retomado o nível das temporadas anteriores, é considerado titular indiscutível pelo técnico e reconhecido como liderança no vestiário.

Reforços para o time

Apesar de fechar com Douglas Groli e negociar a chegada de Kleber, boa parte das caras novas no plantel devem vir das categorias de base. Da equipe eliminada nas semifinais da Copa Laci Ughini pelo Lajeadense, ao menos quatro jovens podem ser aproveitados no grupo profissional.

O garoto Biteco, de 17 anos, foi um dos destaques tricolores na competição. O zagueiro Gerson, 19 anos, já teve passagens por seleções de base e chega com uma boa bagagem para disputar uma vaga na defesa.

Além deles, o volante Felipe Guedes, 20 anos, é uma opção interessante para o meio-campo. O centroavante Everaldo, que fez sua estreia no time principal aos 39 minutos da partida contra o Atlético-MG, também tem grandes chances de integrar o grupo que iniciará a pré-temporada em janeiro.

— Ainda faltam algumas coisas para esses meninos, tática e tecnicamente. Eles mostram que têm qualidade técnica e podem ser aproveitados no ano que vem — disse o técnico Celso Roth.

Em alta

Com a chegada do técnico Celso Roth a partir da 15ª rodada do Brasileirão, alguns jogadores do grupo do Grêmio aumentaram seu rendimento. Casos explícitos de Fernando e Marquinhos, que se adaptaram muito bem ao meio-campo formatado pelo esquema tático 4-2-3-1, implantado pelo treinador.


Fernando, Marquinhos e Mário Fernandes vivem boa fase no Grêmio
Foto: Tatiana Lopes

André Lima também tem se destacado com a camisa tricolor nas últimas rodadas do Brasileirão. O camisa 99 anotou dois gols na virada contra o Flamengo de Ronaldinho e voltou a ser o homem de referência no ataque. Após ficar mais de três meses afastado dos gramados por conta de uma cirurgia no joelho direito, retomou a condição de artilheiro gremista na competição com nove gols marcados.

Outros destaques do time estão nas laterais. Mário Fernandes, no flanco direito, mandou Gabriel para o banco de reservas e chegou até a recusar uma convocação do técnico Mano Menezes para a Seleção Brasileira. No lado esquerdo, Julio Cesar foi buscado por Paulo Pelaipe no Fluminense e caiu como uma luva no setor.

— Já recebemos uma proposta pelo Fernando e outra pelo Mário. Não vamos vender ninguém. O presidente Paulo Odone quer montar um grande time para o ano que vem e não vamos nos desfazer de nossos jogadores — afirmou Pelaipe.

Pauta de renovações

A direção do Grêmio terá trabalho para buscar a renovação de ao menos três vínculos que se encerrarão nos próximos meses com o clube. O principal deles é o empréstimo do argentino Escudero, que termina no fim de 2011.

— Estou muito tranquilo. Minha ideia é ficar. A negociação com o Grêmio já começou. O Pelaipe já conversou com os dirigentes do Boca Juniors e espero que tudo dê certo. Deixo tudo com o meu empresário e com os dirigentes — disse Escudero.

Outro que deve ser procurado pela direção é o zagueiro Edcarlos, que chegou em meio ao Brasileirão e teve boas atuações ao lado de Saimon na defesa. Ele tem contrato até o dia 31 de dezembro deste ano.

Além deles, o goleiro Marcelo Grohe tem vínculo com o Grêmio até setembro de 2012. Para evitar o assédio de outros clubes sobre o jogador que teve boas atuações enquanto Victor estava na Seleção Brasileira, o Tricolor deve acertar um novo acordo até março. Caso contrário, Grohe pode assinar um pré-contrato com outro clube e deixar o Estádio Olímpico de graça.

Moedas de troca

Ao menos quatro jogadores do grupo do Grêmio são vistos pela direção como moedas de troca na janela de transferências que se abrirá ao final do ano. Com alto salário no Olímpico e sem conseguir uma sequência de jogos neste segundo semestre, o lateral Gabriel foi oferecido ao Palmeiras na negociação por Kleber. Leandro e Miralles também foram sugeridos aos paulistas, que apenas se interessaram por Douglas.

Leandro iniciou a temporada em alta ao ser lançado pelo técnico Renato ainda nas partidas pelo Gauchão. Entretanto, não conseguiu manter o bom desempenho no Brasileirão e virou reserva com Celso Roth. Já o atacante argentino voltou a atuar bem na partida contra o Flamengo, marcando o quarto gol do Grêmio na partida. Mas não justificou o investimento de US$ 2 milhões realizado na metade do ano para sua contratação junto ao Colo Colo, do Chile.

O volante Adílson afirma que está feliz no Olímpico. Entretanto, tem recebido poucas chances entre os titulares por conta do bom desempenho da dupla formada por Fernando e Fábio Rochemback no meio-campo. Este fator poderia facilitar uma possível negociação, mesmo que por empréstimo, para mostrar seu trabalho em outro clube.

— Estou feliz aqui. O Pelaipe conversou comigo quando chegou. O Celso tem confiança em mim, mas a titularidade na minha posição é difícil. O Fernando está em um grande momento, e tem ainda o Rochemback, o Gilberto Silva. Tenho que estar sempre mostrando serviço. Continuo feliz aqui — disse Adilson.

Opções de grupo

Com poucas oportunidades entre os titulares em 2011, alguns jogadores do Grêmio devem partir para a pré-temporada em janeiro com fôlego redobrado para mostrar serviço a Celso Roth, ou ao futuro técnico, em caso de troca no comando. Spessatto (lateral-direito), Collaço (lateral-esquerdo) e Magrão (volante), por exemplo, são atletas que enfrentam grande concorrência em seus setores e acumularam poucas chances durante o ano.

Busatto, que já treina com os profissionais há bastante tempo, deve virar o terceiro suplente no gol, com o provável empréstimo de Matheus. O garoto Mamute pode receber mais chances no ataque, de acordo com o rendimento que tiver na pré-temporada.

Já outros jogadores tiveram um trânsito mais regular na equipe titular do Grêmio. Saimon, Vilson, Rafael Marques e Clementino participaram de diversos jogos na temporada e surgem com boas chances de disputar vaga no time.

Retornos de empréstimo

O Grêmio terá uma extensa lista de jogadores que retornarão de empréstimo ao final do ano. Praticamente um time completo. Entre eles, o meia-atacante Leandro, atualmente no Vasco, e os meias Maylson, Junior Viçosa e Roberson, que estão no Sport, disputando a Série B. Além deles, Gilson retornará do América-MG, Edilson voltará do Atlético-PR, Thiego, do Bahia, Matheus Magro, do Caxias, e Bergson, do Vila Nova-GO.


Thiego, Leandro, Viçosa e Maylson retornam de empréstimo ao final do ano
Foto: Montagem sobre fotos BD ZH

O lateral Anderson Pico, que está no Juventude, também deve retornar. O lateral-direito Sérgio, que foi promovido ao grupo principal no início deste ano e está no ASA-AL, é outro esperado. O último da lista é o lateral-esquerdo Uendel, que atualmente defende a Ponte Preta na Série B.

A maioria dos jogadores não deve ser aproveitada no plantel de 2012, mas todos os casos serão estudados pela comissão técnica.

Prováveis saídas

Embora desconverse sobre a dispensa de jogadores, o Grêmio já definiu alguns nomes que não serão aproveitados na próxima temporada. Com empréstimos encerrando ao final do ano, o zagueiro Rodolfo, ligado ao Lokomotiv Moscou, e o atacante Brandão, vinculado ao Olympique de Marselha, não devem permanecer em 2012.

Além deles, o goleiro Matheus, terceiro da posição, atrás de Victor e Marcelo Grohe, deve ser emprestado. O lateral Lúcio é outro que deve deixar o Olímpico ao final da temporada. Mesmo com contrato até dezembro de 2012, ficou muito tempo parado por conta de lesões e perdeu espaço na equipe tricolor com a chegada de Julio Cesar e a afirmação de Escudero.

Posted in: Futebol