Turbulência entre Flamengo e Traffic pode provocar saída de Ronaldinho

Posted on novembro 4, 2011 por

0


 

A parceria costurada no começo do ano entre Flamengo, Traffic e Ronaldinho vive um momento conturbado. O resultado pode ser até mesmo a saída do craque no fim do ano. O atraso no salário do camisa 10 é só mais um elemento na história, que chegou a ter uma ameaça de rompimento por parte da empresa, que até agora não conseguiu os lucros desejados. Já são R$ 10 milhões de prejuízo.

O Flamengo se resguarda por ter um memorando assinado e está tranquilo em relação ao caso. Porém, a Traffic não gostou nem um pouco de não ter recebido um centavo sequer com o patrocinador master, que seria o principal retorno na parceria em conjunto com Ronaldinho. O clube assinou com a Procter & Gamble por intermédio da empresa do ex-centroavante Ronaldo e a Traffic ficou a ver navios.

Outra fonte de renda para a empresa, prevista no acordo, também foi muito pouco explorada. Até agora, o clube não conseguiu fazer ações de marketing efetivas para lucrar com a imagem de R10.

A Traffic teve mudanças no comando. O presidente Julio Mariz deixou a empresa e o diretor executivo Fernando Gonçalves passou a ser o responsável pela condução do negócio. Ele chegou a ameaçar romper o acordo, mas o Flamengo não se intimidou e ameaçou entrar na Justiça em caso.

Cogitou-se até mesmo tentar vender o craque para reaver o dinheiro investido nele, mas novamente houve uma negativa por parte do Flamengo. Na última quinta, houve uma reunião entre os dirigentes e há a expectativa de que o acordo saia na segunda.

Foi imposta por parte da empresa uma multa no contrato que, caso não consiga atingir um determinado valor com a exploração da marca Ronaldinho, o Fla teria de pagá-la. O Flamengo não concordou.

Parceria pelo Maracanã

Flamengo e Traffic querem evitar um desgaste maior, pois há um grande projeto que envolve as duas partes e até mesmo o Fluminense. A empresa quer formar uma nova parceria com os dois clubes para administrar o Maracanã, futuramente. Caso haja um desgaste muito grande, ocasionando a saída de Ronaldinho da Gávea, a iniciativa ficaria inviável.

Receoso, o diretor executivo da Traffic, Fernando Gonçalves, não revelou muitos detalhes da parceria, mas deixou bem claro que é um projeto visto com muito otimismo dentro da empresa.

— É uma coisa mais ampla. Existe uma estratégia de plataforma comercial em curso. Um grande programa de cartão de crédito de fidelidade que vamos explorar. São várias coisas que estão sendo envolvidas. Nos interessa o projeto do Maracanã com a dupla Fla-Flu. Existem vários elementos — disse.

O empresário multimilionário Eike Batista pode ser um concorrente. Ele já demonstrou interesse em administrar o Maracanã. A licitação ainda não começou, mas o governador Sérgio Cabral já adiantou que o estádio vai ficar sob administração privada.

Reavendo o valor investido

Ronaldinho assinou um contrato com a Coca-Cola para exploração de sua imagem com participação direta da Traffic. Assim, em breve a empresa conseguirá reaver valor investido.

— O nome da empresa só será revelado no momento certo. Posso te garantir que essas ações não estão paradas. O Ronaldinho assinou, sim, um contrato com uma multinacional. Um contrato de grande envergadura — despistou Fernando Gonçalves, condutor do negócio.

Embora as negociações para a finalização do contrato estejam ocorrendo, Flamengo e Traffic não deixam de conversar sobre o acerto com patrocinadores. O assunto é tratado simultaneamente.

— O processo de venda de espaços da camisa está ocorrendo. Algumas várias empresas entraram em contato — disse Gonçalves.

Posted in: Futebol