Andrés ainda quer Tevez, mas não aceita mais pagar 40 milhões de euros

Posted on outubro 11, 2011 por

0


Nesta terça-feira, antes do treino do Corinthians, o presidente Andrés Sanches deu uma rápida entrevista coletiva e falou sobre os principais assuntos que rondam o clube nos últimos dias: a volta do interesse pelo argentino Carlitos Tevez, que está no Manchester City, e agora o surgimento dos nomes de Kleber, do Palmeiras, e Montillo, do Cruzeiro, na mira do Timão. Sobre Tevez, o mandatário confirmou que fará nova proposta, mas bem abaixo dos 40 milhões de euros oferecidos no meio deste ano. Sobre os outros dois jogadores, Andrés desconversou. Confira abaixo os principais trechos da entrevista.

Interesse por Tevez

“Fizemos a proposta na janela, ele é um jogador que nos interessa, mas só em janeiro, e vamos ver se tem uma possibilidade. Ele não vale mais 40 milhões de euros, vou fazer uma oferta bem abaixo disso. Se eles vão aceitar eu não sei, a distância é enorme (financeira). Tenho um valor, mas não vou falar, e a carta de 40 milhões que está lá não vale mais nada. Depois de todos os problemas, ele deve valer menos. Já pensou se ele trouxer esses problemas para cá?”.

Contratações e rumores envolvendo Kleber e Montillo

“Hoje eu não quero pensar em contratação. Hoje na mídia saíram os nomes do Kleber, do Montillo. Essas especulações prejudicam muito o time. Não estamos negociando com nenhum jogador, não é o momento. Isso vai começar em novembro, quando o campeonato já estiver mais definido. O Corinthians tem uma lista e está estudando. Mas pelo campeonato que estão fazendo, interessam. Todo mundo quer um Kleber, um Montillo, um Tevez. Claro que interessam. Mas mesmo se eu tiver interessado eu não vou falar porque começa a aparecer muita especulação e aumenta o valor”.

Tite permanece

“Primeiro temos de renovar com o treinador, que termina (o contrato) no final do ano. Deixar apalavrado com o Tite e ver se ele aceita a proposta do Corinthians. Se dependesse de resultado, eu já teria mandado embora, como muitos falaram. Por tudo que passamos esse ano, ele está aí. O meu treinador é o Tite. Se o meu sucessor quiser outro, que faça o cheque”.

Adriano por mais tempo

“Vamos esperar janeiro para ver a renovação do Adriano. Ele tem contrato até o meio do ano”.

Não ter Ralf contra o Botafogo (ele está com a Seleção)

“Eu gostaria, ele é importante, mas não é imprescindível. Se eu tiver que buscar um jogador para jogar em menos de 24 horas, gastar um fortuna de jatinho e não tiver alguém para o lugar dele, fecho o clube”.

Posted in: Futebol