Santos tenta seguir pensando no título contra o Flu, que visa encostar nos líderes

Posted on outubro 1, 2011 por

0


Depois de ver a sua série invicta de oito jogos cair com uma derrota para o Figueirense, no último sábado, em plena Vila Belmiro, o Santos tem a chance de retomar o caminho das vitórias e manter vivo o sonho do título brasileiro. Para isso, a equipe santista terá que bater o Fluminense neste sábado, às 18 horas (horário de Brasília), no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ).

Para esse importante compromisso, válido pela 27ª rodada do Brasileirão, o Peixe poderá contar com alguns retornos importantes ao time titular. O meia Elano, recuperado de uma contusão, e o atacante Neymar, que cumpriu suspensão automática contra o Figueira, estão liberados e aptos a jogar diante do Tricolor das Laranjeiras.

Em compensação, o experiente lateral esquerdo Léo, que recebeu o terceiro cartão amarelo no revés para os catarinenses, cumpre suspensão nesta rodada. O recém-contratado zagueiro e ala esquerdo Éder Lima terá uma chance entre os titulares, como o seu substituto.

“Não tem muito o que escolher, também. É praticamente o mesmo time que vem jogando. Agora, o principal é retomarmos a atenção das primeiras partidas do segundo turno. Vínhamos muito bem e perdemos para o Figueirense, mas não podemos abaixar a cabeça. Ganhamos muito no segundo turno e temos que continuar fortes. Com dois jogos a menos, ainda temos chances e, por isso, temos que vencer para os líderes não se distanciarem”, analisou Muricy.

Além de enfrentar um possível concorrente direto na briga pelo título nacional – os cariocas estão na quinta posição, com 41 pontos, seis a mais do que os alvinegros, na 11ª colocação -, o treinador irá reencontrar pela primeira vez a torcida do Fluminense desde que deixou o clube, em meados de março deste ano.

A saída de Muricy Ramalho foi traumática para os tricolores e alguns torcedores não perdoam até hoje o atual comandante do Santos. Por isso, é bem possível que haja alguma manifestação da torcida do Flu com relação ao técnico, que alegou problemas no relacionamento com a direção e apontou algumas promessas não cumpridas pelo time carioca como razões para seu pedido de demissão nas Laranjeiras.

No entanto, esse tema não preocupa Muricy, que irá instruir os seus jogadores sobre algumas ameaças específicas do adversário, pelo qual foi campeão brasileiro no ano passado. “Espero o comportamento normal de uma torcida que irá receber um profissional que foi campeão brasileiro pelo clube, depois de 26 anos. Sobre a equipe, conheço a maioria do pessoal que está lá e isso ajuda a passar o maior número de informações possíveis aos meus atletas. Até porque, vão ser eles que irão resolver dentro de campo”, comentou.

Já pelos lados do Fluminense, a maior preocupação está em encostar nos líderes do Brasileirão. Achance é neste sábado. O clube carioca precisa do triunfo para se aproximar dos quatro primeiros. Só que uma das maiores dificuldades para cumprir esse objetivo vai ser o gramado do Estádio Raulino de Oliveira. O Flu optou por atuar em Volta Redonda e encontrou um campo em péssimas condições. Mesmo assim, os tricolores têm vencido os rivais quando joga no interior carioca.

Para o lateral esquerdo Carlinhos, isso não chega a ser um grande problema, tendo em vista que a equipe está acostumada com gramados ruins. “O gramado realmente não está bom, como do Engenhão também não está. Isso pode nos prejudicar, mas no fim das contas já estamos acostumados. O gramado que temos nas Laranjeiras também não é bom e treinamos todos os dias lá”, disse.

Em relação ao time, o técnico Abel Braga, que na rodada passada, atuou com três volantes, optou pela volta do argentino Lanzini a formação titular. Diguinho foi sacado para a escalação ficar mais ofensiva. Na zaga, sem contar com Gum, lesionado, Márcio Rosário foi o escolhido para formar dupla com Leandro Euzébio.

Motivado, o goleiro Diego Cavalieri vê os três pontos como fundamentais para que o Fluminense siga sonhando com o segundo título seguido do Campeonato Brasileiro. Para o arqueiro, a equipe tem que ganhar, mesmo sem ter uma boa atuação.

“No futebol atual, o mais importante é somar os três pontos. Não importa se a gente chutar cinco bolas na trave e depois levar um gol. O que interessa é ganhar sempre, mesmo que jogando mal”, declarou Cavalieri.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE X SANTOS

Local: Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Data: 1 de outubro de 2011, sábado
Hora: 18 horas (horário de Brasília)
Árbitro: Evandro Rogério Roman (Fifa-PR)
Assistentes: José Amilton Pontarolo (PR) e Pedro Martinelli Christino (PR)

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Mariano, Leandro Euzébio, Márcio Rosário e Carlinhos; Edinho, Diogo, Marquinho e Lanzini; Rafael Sóbis e Fred
Técnico: Abel Braga

SANTOS: Rafael; Danilo, Edu Dracena, Durval e Éder Lima; Henrique, Arouca e Elano; Alan Kardec, Borges e Neymar
Técnico: Muricy Ramalho

Marcado: ,