Inter vence Independiente e conquista o bi campeonato da Recopa

Posted on agosto 25, 2011 por

0


Foi sofrido, foi pegado, foi tenso, ingredientes básicos de uma decisão na América do Sul. Mas com a bola nos pés, o Internacional mostrou força e venceu o Independiente, por 3 a 1, no Beira-Rio, nesta quarta-feira, e conquistou o título da Recopa Sul-Americana pela segunda vez na história, repetindo o feito de 2007.

Após derrota por 2 a 1, na Argentina, o Colorado reverteu o placar em Porto Alegre com gols dois gols do atacante Leandro Damião e um do lateral Kleber, de pênalti, enquanto Maxi Velázquez descontou para os visitantes. O gol do título de Kleber saiu apenas aos 38 minutos do segundo tempo.

Ser campeão com a camisa colorada tem atrelado a si muita angústia, muito nervosismo, e, no fim, tem comemoração. Foi assim nas Libertadores de 2006 e 2010. Não foi diferente na Copa Sul-americana e no Mundial, as principais das conquistas mais recentes do clube.

Leandro Damião fez tudo parecer fácil, não só pela naturalidade com que marca gols, mas por ter feito dois nos 25 minutos iniciais de jogo. O primeiro com direito a janelinha e chute de bico. Tudo estava encaminhado, mas os argentinos criaram forças para descontar com Maximiliano Velázques, no começo do segundo tempo.

Os corações batiam acelerados dentro da casa colorada, o tempo passava cada vez mais rápido e a prorrogação se aproximava, mas Andrezinho achou Jô na área. Livre, o atacante foi derrubado pelo goleiro Navarro. Na cobrança, a frieza de Kleber fez ecoar pelo Beira-Rio o grito de bicampeão.
FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 3 X 1 INDEPENDIENTE

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: 24 de agosto de 2011, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Renda: R$ 1.254.240,00
Público: 39.069
Árbitro: Jorge Larrionda (Uruguai)
Assistentes: Pablo Fandiño e Mauricio Espinosa (ambos uruguaios)
Cartões amarelos: Eduardo Tuzzio, Maximiliano Velázquez e Osmar Ferreyra (Independiente);

GOLS:
INTERNACIONAL: Leandro Damião, aos 20 e aos 25 minutos do primeiro tempo, e Kleber, aos 38 minutos do segundo tempo;
INDEPENDIENTE: Maximiliano Velázquez, aos 3 minutos do segundo tempo;

INTERNACIONAL: Muriel; Nei, Bolívar, Índio e Kleber; Elton, Guinazu, D’Alessandro (Andrezinho) e Oscar; Dellatorre (Jô) e Leandro Damião
Técnico: Dorival Júnior

INDEPENDIENTE: Hilario Navarro; Eduardo Tuzzio, Julián Velázquez, Gabriel Milito e Maximiliano Velázquez; Ivan Pérez (Ivan Vélez), Cristian Pellerano, Hernán Fredes (Leonel Nuñez), e Osmar Ferreyra (Matias Defederico); Marco Pérez e Facundo Parra
Técnico: Antonio Mohamed

Posted in: Futebol